Vale Do Febros

Vale do Febros

História dos Cães do Vale do Febros

Afixo APROVADO pelo Clube Português de Canicultura e pela Fédération Cynologique Internationale

 

Cães de gado Transmontano, os guardiões do norte.
Porte gigante, rusticos, dóceis e fiéis, vivem em harmonia com o homem, o gado, os montes e a vida selvagem.
 
Com bases genéticas em D’onor , Grandais, Zeive e São Jorge, a linha do Vale do Febros começou a ser formada, há seis anos.
A uma fêmea da casa, Estreladalva, (Ari para os amigos), juntou-se um macho, Quico IV, (Mar, também para os amigos) com sangue maioritariamente Vale de Gil, e a partir desse cruzamento nasceram as três fêmeas, Pandora, Lótus, Kadima base da linha Vale do Febros… Para além destas nossas três “artistas“, juntamos também uma fêmea de Grandais, a Yulunga, e a recente cachorra, Bruma do Vale do Febros, fruto do cruzamento entre a, Estreladalva, e o Max cão ainda neto do antigo Jordão de Grandais. Neste momento estam a começar os primeiros nascimentos da terceira geração, às cadelas da casa juntamos genética do Campo de Ramalde, com bases Grandais e Campo de Cima… Esperemos continuar no bom caminho para a melhoria de raça destes nossos dóceis gigantes, Cão de Gado Transmontano .
 

Estamos no Google+

Translate »