Programa de Controle da Displasia da Anca

displasia_anca

Programa de Controle da Displasia da Anca

Respondendo às necessidades e solicitaçãoes desde há muito expressas pelo Clube Português de Canicultura, pelos Criadores e suas Associações e pelos proprietários dos canídeos em geral, vai ser dado início ao Programa de Controle da Displasia da Anca.
O Clube Português de Canicultura, detentor do Livro de Origens Português e representante da Canicultura em Portugal, estabeleceu um protocolo com a Associação Portuguesa de Médicos Veterinários Especialistas em Animais de Companhia – APMVEAC.
A APMVEAC estará disponível para colaborar com os Clubes de Raça e com as Associações , filiadas no CPC, tendo essa colaboração, sempre, a concordância prévia do CPC.

REGRAS PARA SUBMISSÃO DAS RADIOGRAFIAS PARA CLASSIFICAÇÃO DE DISPLASIA DA ANCA

Identificação da radiografia
Os dados que devem fazer parte da identificação da radiografia são:
Identificação do lado direito e esquerdo da radiografia
Número de identificação do animal (microchip ou tatuagem)
Data de realização da radiografia
Idade do animal
Só se recebem radiografias de animais com mais de 1 ano de idade (raças pequenas, médias e grandes) e 18 meses nas raças gigantes.
Características das radiografias
As radiografias devem obedecer a características de qualidade, contraste e correcto posicionamento.

Classificação das radiografias
* GRAU A- AUSÊNCIA DE DISPLASIA
* GRAU B- ARTICULAÇÕES COXO-FEMURAIS QUASE NORMAIS
* GRAU C- DISPLASIA LIGEIRA
* GRAU D- DISPLASIA MODERADA
* GRAU E- DISPLASIA GRAVE
Recursos à classificação
Existe a possibilidade de apresentar recurso da classificação emitida. O Médico-Veterinário que solicitou a primeira leitura deverá apresentar uma carta solicitando o recurso.
A carta deverá ser acompanhada de um cheque à ordem da APMVEAC com o montante do valor da taxa de recurso
Caso seja alterada a classificação inicial este valor será devolvido.

Regras de envio das radiografias
A radiopgrafia será enviada, acompanhada pelo impresso próprio de submissão, pelo Médico-Veterinário que a realizou para a sede da APMVEACA .
As radiografias serão armazenadas na sede da APMVEAC.

Comunicação do resultado
O certificado com a classificação de leitura será enviado para o Médico-Veterinário que enviou a radiografia. Serão enviados duas cópias do certificado uma para o arquivo próprio do Médico-Veterinário e outro para o proprietário do animal.
O CPC será informado do resultado da leitura da radiografia de cada um dos canídeos radiografados, e garantirá que essa informação passe a constar dos dados mencionados no respectivo LOP.

Impressos a preencher e enviar com a radiografia
O Médico Veterinário que fizer a radiografia, fornecerá o impresso a preencher e enviar com a radiografia para a comissão de leitura.
Este impresso terá que ser assinado pelo Proprietário do animal raddiografado e pelo Médico Veterinário que fez a radiografia.

Preços de leitura da Radiografia para Sócios do CPC:
O preço de leitura para os proprietários de canídeos que sejam membros do CPC é de 30,00€ (trinta euros) por cada radiografia.
A leitura de radiografias de exemplares de Raças Portuguesas têm uma redução especial de 20%, sobre o valor acima mencionado.
Está garantida a reavaliação da radiografia, a qual terá quer ser requerida pelo Médico Veterinário que radiografou o canídeo em causa. Neste caso haverá lugar ao pagamento de uma taxa adicional de 50,00€ (cinquenta euros). Este valor será devolvido caso a classificação então atribuida seja inferior à classificação inicial.

APMVEAC 2006